/// . Baobá Voador .
Autonomia Munduruku – Viva!

Cansados, após 13 anos de espera pela Fundação Nacional do Índio (Funai), indígenas da etnia Munduruku iniciaram a autodemarcação da terra indígena Daje Kapap Eypi, localizada nos municípios de Itaituba e Trairão, oeste do Pará. O local fica a poucos quilômetros da área prevista para a construção da usina de São Luiz do Tapajós, de 8.040 megawatts.

IV Carta da Autodemarcação

Essa é a razão da nossa luta por território

Carta Jairo Saw – liderança do Movimento Munduruku Ipereg Ayu

Ver o novo vídeo de Miguel “Mundurukânia, na beira da história”

Leave a Reply